Paroquia

Jesus Eucarístico, o Sol da Igreja

O corpo de Cristo presente no Santissímo Sacramento é a presença real de Jesus nas especies do pão e do vinho, na hora da consagração na santa Missa  acontece um grande Mistério que os nossos olhos não conseguem enxergar: O Mistério da transubstanciação, onde o pão e o vinho se transformam no corpo e sangue do Senhor, tem gosto de pão, tem gosto de vinho, mas não é mais pão nem vinho é o corpo vivo do Cristo.

A festa de Corpus Christe teve início no Século XIII na Bélgica, a Igreja via a nessecidade de ter uma festa litúrgica na qual se honrase de modo especial a presença de Jesus no Sacramento do altar. Nesta mesma época o Espirito Santo suscita uma Mística chamada Juliana de Cornilon que era Abadesa de um mosteiro no quel existia um movimento Eucarístico, muitas coisas da devoção Eucarística veiu deste movimento como por exemplo a exposição e a benção do Santíssimo Sacramento. Santa Juliana teve uma visão na qual via de uma grande lua cheia com uma mancha negra. A lua era a Igreja e a mancha negra a falta de uma festa no calendário Litúrgico da Igreja, mas já existia muitas festa na Igreja, qual era essa festa que faltava? A festa de Corpus Domini = Corpo de Cristo. Em outras visões santa Juliana viu um grande sol luminoso sobre a Igreja. A Eucarístia é o sol que dissipa as trevas do mundo, é ela que ilumina a Igreja ao longo dos anos, não festejamos um pão mas sim um Sacramento instituído pelo próprio Jesus. Santa Juliana de Cornilon contou todas as suas visões ao seu Bispo, e ele colocou a festa no calendário de sua diocese, em Lieja o santíssimo Sacramento tinha um lugar de honra e adoração. Em 1264 foi decretada mundialmente a solenidade da festa de Corpus Christe pelo Papa Urbano IV sendo ela na quinta-feira após a  festa da Santíssima Trindade, Santa Juliana não chegou a ver a festa que tamto almejava, pois quando o Papa a colocou no calendário já faziam 6 anos que ela tinha falecido. Mesmo antes da Festa ser decretada já existia várias demonstrações de adoração ao Santíssimo,  Na paróquia de Saint Martin em Liège, em 1230, quando começou as homenagens ao Santíssimo Sacramento a procissão eucarística acontecia só dentro da igreja. Em 1247, aconteceu a primeira procissão eucarística pelas ruas de Liège, já como festa da diocese. Depois se tornou festa nacional na Bélgica.
Nenhum dos decretos fala da procissão com o Santíssimo como um aspecto da celebração. Porém estas procissões foram dotadas de indulgências pelos Papas Martinho V e Eugênio IV, e se fizeram bastante comuns a partir do século XIV.
Finalmente, o Concílio de Trento declara que muito piedosa e religiosamente foi introduzido na Igreja de Deus o costume, que todos os anos, o santíssimo seja levado em procissão pelas ruas e lugares públicos.
Todo católico deve participar dessa Procissão por ser a mais importante de todas que acontecem durante o ano, pois é a única onde o próprio Senhor sai às ruas para abençoar as pessoas, as famílias e a cidades. Prepare o seu coração para esta grande solenidade!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *